Profissionais da Assessoria Rosa Fortini vão a campo após passar por capacitação

Publicado em: 16/10/2018

Profissionais da Assessoria Técnica Rosa Fortini passam por capacitação (Patrícia Castanheira/Centro Rosa Fortini)

Os profissionais da Assessoria Técnica do Centro Rosa Fortini começaram o trabalho em campo nesta semana após passar por um bateria de capacitação. A primeira etapa da qualificação da equipe foi realizada ao longo da semana passada pela entidade e teve participação da coordenação da assessoria, das comissões e do prefeito de Rio Doce, Silvério da Luz.

Os trabalhos se iniciaram no dia 8 de outubro, na sede da Cooperativa Mista de Trabalho, Produção e Agropecuária de Nova Soberbo, localizada em Santa Cruz do Escalvado. Neste dia, a equipe recebeu as boas-vindas do Centro Rosa Fortini e participou do treinamento sobre Segurança e Medicina do Trabalho, realizado pela empresa Unisesmt. O treinamento trouxe informações importantes sobre EPI’S; promoção e preservação da saúde; reconhecimento, antecipação, avaliação e consequente controle da ocorrência de riscos existentes ou que venham a existir no ambiente de trabalho.

“Muitos de vocês, provavelmente, estarão em campo e por isto devem pensar nas diversas situações que poderão ocorrer. Será através da prevenção que irão evitar acidentes e até mesmo problemas de saúde.”, explicou Antônio Bento Filho, técnico em segurança do trabalho e fundador da Unisesmt. Ele supôs algumas situações e explicou o modo correto de agir.

No dia 9, a equipe participou de capacitações no Espaço Multiuso de Rio Doce. A abertura foi realizada pelo coordenador executivo da Rosa Fortini, Antônio Maria Fortini, e pela coordenadora do Projeto e assistente social, Grasiele Costa Santos Fortini. Grasiele apresentou o centro, contou um pouco de sua trajetória e experiências com projetos sociais. A equipe também conheceu a estrutura organizacional que o Centro Rosa Fortini oferecerá aos atingidos, composta por setores de engenharia ambiental e agrônomia, jurídico, assistência social, psicologia, antropologia, comunicação e área administrativa.

Antônio Maria informou que haverá formação contínua do decorrer dos trabalhos e solicitou à equipe que trabalhe sempre unida, respeitando a maneira de ser um do outro e auxiliando um ao outro quando necessário.

O educador Rudá Ricci, também coordenador do Projeto, aplicou uma dinâmica que teve como objetivo a interação da equipe, a percepção de características individuais e a cooperação. Cada um se apresentou, contou um pouco de sua experiência profissional e expectativas.  

Em seguida, os participantes leram o texto “Aprendendo e ensinando uma nova lição: Educação Popular e Metodologia Popular”, de autoria de Ranulfo Peloso, e, em grupo, fizeram uma análise do mesmo. Com o texto, Rudá Ricci buscou uma reflexão sobre os objetivos da assessoria técnica, que é facilitar, auxiliar os atingidos nas tarefas, respeitar a individualidade e buscar a autonomia e transformação futura.

“As ações após o desastre, além de repararem as famílias atingidas, devem trazer o desenvolvimento do território e aprendizado para que uma tragédia como esta nunca mais volte a acontecer”, ressaltou Rudá.  

Comissões

Durante a capacitação, a equipe recebeu a visita de membros das Comissões dos Atingidos. Antônio Carlos da Silva explicou como ocorreu todo o processo de conquista da assessoria técnica independente. “A luta foi muito grande e hoje aqui, vendo todos estes profissionais à minha frente, fico feliz em saber que estamos no caminho certo e que já vencemos grandes obstáculos com apoio do Ministério Público. O trabalho do Centro Rosa Fortini tem fé pública e através dele nós poderemos melhorar muito nossa realidade”.   

Sebastião Silvio de Oliveira, o Tininho, agradeceu a todos que de alguma forma auxiliaram os atingidos para que tivessem direito à assessoria técnica. “Não posso deixar de agradecer ao prefeito Silvério da Luz, a Dodora Costa e a várias pessoas que nos auxiliaram nos momentos de muitas dificuldades. A Samarco matou o nosso espaço, depois veio a Renova e tomou. Agora com a assessoria técnica de vocês queremos fazer justiça”.

O prefeito Silvério também esteve presente e deu as boas-vindas à equipe. “Podem contar com o poder público, visando o bem coletivo, vocês terão muito trabalho a desempenhar”.

No dia 10, pela manhã, as atividades foram retomadas com o planejamento dos trabalhos, divisão das equipes para cada localidade e capacitação sobre Gestão e Desenvolvimento Humano coordenada por Grasiele Santos Fortini.

Localização

Os profissionais irão exercer suas funções nos territórios de Santa Cruz do Escalvado, Rio Doce e Chopotó. Serão duas equipes: uma ficará no escritório em Novo Soberbo, no município de Santa Cruz do Escalvado, e a outra em Rio Doce.

(Reportagem escrita por Patrícia Castanheira)



Compartilhe: