Alunos da Universidade Federal Fluminense visitam o Território

Publicado em: 20/05/2019

As Comissões de Atingidos de Rio Doce e de Santa Cruz do Escalvado/Chopotó, e a Assessoria Técnica do Centro Alternativo de Formação Popular Rosa Fortini, receberam alunos do Mestrado e do Dourado da Universidade Federal Fluminense (UFF), no dia 17 de maio, para debaterem a temática do Extrativismo Mineral em Minas Gerais e seus Efeitos Sociais.
 
A Coordenação da Assessoria Técnica apresentou esclarecimentos acerca da metodologia de trabalho do Projeto, enaltecendo a participação e empoderamento dos atingidos em todas as etapas da reparação integral de danos, assim como a utilização dos Núcleos de Base que possibilita o amplo acesso à informação e às discussões no coletivo dos atingidos.
 
As Comissões de Atingidos fizeram relatos do início dos trabalhos e das lutas e desafios para a conquista de direitos coletivos, além das inúmeras violações.
 
Um dos alunos presentes à reunião foi o juiz da 2ª Vara Cível da Comarca de Ponte Nova, Bruno Henrique Tenório Taveira, o qual enfatizou a complexidade jurídica dos efeitos socioambientais do rompimento da barragem de Fundão e esclareceu acerca da importância de conhecer a realidade dos territórios para propiciar a reparação dos direitos de todas as categorias de atingidos, evidenciando os esforços do Judiciário local para garantir a celeridade e efetividade das ações judiciais em tramitação.
 
 



Compartilhe: