Continua o estudo da ictiofauna no Território

Publicado em: 20/02/2020

Desde o rompimento algumas espécies apareceram com manchas vermelhas no couro

Esta semana, pesquisadores da *Terra Água estiveram no Território recolhendo amostras de peixes também com o objetivo de estudar a **ictiofauna da Bacia do Rio Doce. A equipe, coordenada pelo doutorando Frederico Fernandes (Universidade Federal de Viçosa-UFV) realizará coleta de amostras em 40 pontos, 20 na estação seca e 20 na chuvosa, 15 em áreas afetadas pelo rejeito e 25 em áreas não afetadas, durante 16 meses.  O trabalho foi contratado pela Fundação Renova, atendendo a ***cláusula 165 do Termo de Transação e Ajustamento de Conduta- TTAC.

Várias espécies de peixes nativos e exóticos foram capturadas a jusante do barramento B, no encontro dos rios, a jusante da barragem da UHE Risoleta Neves (Candonga) e na comunidade do Chopotó (Ponte Nova). Em alguns destes peixes foram detectadas anormalidades pelo pescador Juliano Conegundes. Ele percebeu que algumas amostras capturadas no período da manhã (tilápia, traírão e pacamã) entraram muito rápido em estado de decomposição, cerca de 12 horas. “Pesco desde 1996 nesta região e como pescador profissional há cinco anos, nunca presenciei esta situação. Geralmente para entrar em um nível de decomposição avançado, os peixes levam cerca de dois a três dias após serem capturados”. Após o rompimento, outros pescadores da região também capturaram peixes com manchas avermelhadas e outras deformidades.

A pesquisa atual foi idealizada a partir do primeiro projeto (Estudo da Ictiofauna da Bacia do Rio Doce após o rompimento da barragem de rejeito da Samarco) e é dividida em cinco subprojetos: Índice de integridade biótica; Avaliação dos efeitos da presença de poluentes sobre a ecologia trófica (alimentar) da ictiofauna; Abordagem rad-seq (genética) no estudo da estrutura e recolonização da ictiofauna; Composição das assembleias e variações da dieta de peixes e Estudo da ictiofauna, com foco em: avaliação do estresse oxidativo tecidual.

*A Terra Água é uma rede de pesquisas da UFV que possui como membros professores e alunos do mestrado e doutorado.

** Ictiofauna: conjunto de peixes de uma região ou ambiente.

*** Cláusula 165 do TTAC- A Fundação Renova deverá implementar medidas de monitoramento da Bacia do Rio Doce.

O pescador Juliano auxilia na captura das amostras de peixes destinadas às pesquisas

Após captura, em pouco tempo peixes entraram em estado de decomposição

 

 



Compartilhe: