Prosa boa marcou encontro com as mulheres de Santana

Publicado em: 19/12/2019

Cinquenta e quatro mulheres de Santana do Deserto participaram do “Café com Prosa”, na tarde do dia 16 de dezembro, oferecido pelo Centro Alternativo de Formação Popular Rosa Fortini. A abertura foi realizada pela coordenadora social, Grasiele Fortini, que deu as boas vindas e explicou o objetivo do encontro. “Que este seja um momento especial para as mulheres das comunidades atingidas, um momento agradável em que elas saem da rotina de trabalho e reforçam seus relacionamentos interpessoais”.

Em círculo, as moradoras de Santana se apresentaram e iniciaram a prosa citando palavras que representam a força da mulher. Luta, valor, cuidado, amor, dedicação, coragem, empatia, mãe, trabalhadora, batalhadora, guerreira são palavras que retrataram os sentimentos do grupo naquele momento.

Em seguida, a psicóloga do Centro Rosa Fortini, Luísa Vitral, fez a leitura do primeiro verso do poema “Ofertas de Aninha (Aos moços)” de Cora Coralina:

 

“Eu sou ainda aquela mulher
a quem o tempo muito ensinou
Ensinou a amar a vida
e não desistir da luta
recomeçar na derrota,
renunciar a palavras
e pensamentos negativos.
Acreditar nos valores humanos
e ser otimista.”

 

As participantes tiveram a oportunidade de relatar casos e discutir o tema valorização da mulher. Elas participaram de uma brincadeira em grupo que ressaltou suas qualidades e a importância da partilha. “São momentos como estes que vocês se fortalecem. Aqui vocês percebem que os problemas são comuns e que não estão sozinhas. Uma rede está se formando, uma pode auxiliar a outra”, salientou Nilce Cerqueira, assessora pedagógica do Centro Rosa Fortini. 

Para finalizar o “Café com Prosa”, as mulheres lancharam, dançaram e apresentaram suas cantigas de roda. O resultado positivo desta primeira edição promete a realização de novas edições com mulheres de outras comunidades atingidas em 2020.

 



Compartilhe: