Câmaras Técnicas discutem demandas referentes ao rompimento da barragem de Fundão

Publicado em: 28/02/2019

Na última terça-feira dia de 26/02/2019, foi realizada uma reunião para discussão de demandas da comunidade do Rio Doce referentes ao rompimento da barragem de Fundão. 1. Na ocasião foram relatadas várias demandas principais do distrito de Santana do Deserto, que são:

  • Trincas em diversas casas devido ao trânsito intenso de caminhões da Fundação Renova – já existe um laudo da Fundação Renova questionando que não existe um nexo causal com o rompimento. 
  • Impactos no modo de vida da comunidade – Associação de quitandeiras que vendiam quitandas relataram uma grande perda no volume de vendas. As encomendas diminuíram bastante, devido a notícias de contaminação da água e potencial poluição do ar/poeira. – 1.000-2.000 Kg/mês foi para 50 kg/mês. A coordenadora da CT-GRSA informou que o encaminhamento correto é levar este assunto para a CT-EI e CT-SHQA.
  • Insegurança da população quanto a Fazenda Floresta, relatando poucas informações, receio de o dique romper e da possibilidade da construção de uma ponte para auxiliar na locomoção da população devido ao aumento do tráfego de caminhões e também como rota de fuga.
  • Preocupação com a saúde mental da população, que está aflita/sensibilizada com o que está ocorrendo com a Fazenda Floresta, os diques, os impactos que podem ocorrer no distrito. A coordenadora da CT-GRSA solicitou que esta demanda seja encaminhada para a CT-Saúde, avaliando o que já está sendo realizado.
  • A população relatou que diversas nascentes foram degradadas pela instalação da Fazenda Floresta. A coordenadora da CT-GRSA solicitou que esta demanda seja encaminhada para a CT-Flor, para que esta CT avalie a melhor maneira de atender esta demanda.

Dentre outros pontos discutidos, ainda foram abordadas as seguintes colocações:

  1. Em relação as questões relativas à Fazenda Floresta, foi relatado que foi realizada visita a Fazenda Floresta no dia 19/02/2019. A vistoria foi realizada pela Comissão com a Fundação Renova. Nesta vistoria a Fundação Renova apresentou a nova proposta de disposição de rejeitos e sanou as dúvidas levantadas pela Comissão. Foi informado que foi gerado um parecer técnico preliminar que será encaminhado a CT-GRSA e outras CTs correlatas.
  1. A coordenadora da CT-GRSA realizou um breve histórico sobre a recuperação da UHE Risoleta Neves e Fazenda Floresta, o descumprimento dos prazos, as Notas Técnicas, TACS firmados com o Estado, informando a situação do tema. A CT-GRSA se comprometeu a encaminhar os documentos relatados nessa reunião.
  1. Ficou alinhado que será proposta uma reunião gerencial da CT-GRSA para que a Fundação Renova apresente todas as informações referentes a Fazenda Floresta e a recuperação da UHE Risoleta Neves, na Prefeitura de Rio Doce.

A reunião teve a participação dos representantes da Assessoria Técnica Rosa Fortini do município de Rio Doce, Domingos de Araújo Lima Neto e Luiz Eduardo F. Fontes.

 



Compartilhe: