Grupos de Trabalho das Categorias de Atingidos do Território discutem ações de desenvolvimento para o Território

Publicado em: 29/09/2020

Com o objetivo de discutir e apresentar propostas para o desenvolvimento integrado do Território e indenizações por danos sofridos nos últimos quase 5 anos, representantes das diversas categorias de atingidos (produtores rurais, pescadores e faiscadores- povos tradicionais, areeiros e afins, comerciantes, dentre outras), através dos Grupos de Trabalho com representantes indicados pelas Comissões locais, estão realizando reuniões com temas de interesse das categorias.

Durante as reuniões, os Grupos de Trabalho buscam obter consenso na proposição de ações e projetos que serão validados pelo conjunto da categoria de atingido para ser apresentado ao Juiz da 12ª Vara da Justiça Federal de Belo Horizonte. O Plano de Desenvolvimento Integrado, construído junto as comunidades atingidas de Rio Doce, Santa Cruz do Escalvado e Chopotó no segundo semestre de 2019, é apresentado como suporte para a discussões. Também serão delimitadas as possibilidades de integração de ações e projetos nos programas da Fundação Renova (até hoje com ações ínfimas no Território).

Entre as temáticas de interesse tratadas pelos Grupos de Trabalho estão: Indenização de Categorias Atingidas, Assistência Social, Saúde, Reativação Econômica por categorias, Turismo e Cultura, Educação, Meio Ambiente, Infraestrutura e Retomada da UHE Risoleta Neves.

O trabalho, que contará com propostas de ações de curto, médio e longo prazo, acompanhadas do cronograma de execução, está sendo coordenado pelas Comissões de Atingidos, com apoio da ATI Centro Rosa Fortini. Os atingidos que têm interesse em compor os Grupos de Trabalho devem entrar em contado com os membros da Comissão do seu Município.



Compartilhe: