Membros da CT ECLET visitam locais com potencial para Cultura, Esporte, Lazer e Turismo

Publicado em: 18/10/2019

Grupo conhece o terreno onde o Parque Urbano Rio Doce será construído

Membros da Câmara Técnica de Educação, Cultura, Esporte, Lazer e Turismo (CT ECLET) estiveram no Território a fim de conhecerem o trabalho desenvolvido pelo Centro Alternativo de Formação Popular Rosa Fortini, em parceria com as Comissões de Atingidos de Santa Cruz do Escalvado/Chopotó e de Rio Doce.
 
Em Santa Cruz do Escalvado, Antônio Carlos da Silva, membro da Comissão de Atingidos explicou para os integrantes da CT ECLET um pouco sobre a realidade do Município, ressaltando o potencial turístico, a educação e o esporte como forma de desenvolvimento social. Para que os membros da CT ECLET possam apreciar as demandas das comunidades apresentadas pela Comissão, é preciso conhecer o contexto sociopolítico e a situação dos recursos naturais do Município após a chegada do rejeito.
 
Como medida reparatória pela perda do uso do lago da UHE Risoleta Neves (Candonga) para lazer, esporte e turismo, a Comissão de Atingidos de Santa Cruz do Escalvado indicou uma proposta de projeto dando ênfase às comunidades da calha do rio. Essa proposta acolhe um conjunto de equipamentos e bens públicos que buscam suprir a carência de espaços de sociabilidade, a partir da prática de esportes, reuniões associativas e manifestações culturais, que perderam espaço a partir das proibições e interdições do uso dos rios Piranga e Doce e do lago da UHE Risoleta Neves.
 
O sociólogo do Centro Rosa Fortini, Klenio Veiga da Costa, explicou como vem sendo realizado o trabalho junto às comunidades atingidas visando à elaboração do Plano de Desenvolvimento Integrado (PDI). “As coletas aconteceram de forma participativa e o resultado destas escutas refletem as diferentes demandas das comunidades, inclusive questões inerentes ao esporte, cultura, lazer e turismo”, disse. 
 
Em Rio Doce, os membros da CT ECLET visitaram o Complexo Esportivo Municipal e o terreno destinado à construção do Parque Urbano de Rio Doce, cujo projeto já passou por todas as etapas de aprovação no Comitê Interfederativo com sucesso.
 
Em uma caminhada no entorno da área, os visitantes esclareceram suas dúvidas sobre os aspectos arquitetônicos da obra, como exemplo, os locais em que cada uma das intervenções será instalada. Eles preguntaram ainda sobre a dinâmica urbana da cidade de Rio Doce, inclusive a respeito das áreas de expansão urbana.
 
Em Santa Cruz do Escalvado, a reunião ocorreu com os membros da Comissão de Atingidos, Antônio Carlos da Silva, Geraldo Felipe dos Santos (Tuzinho) e João Bosco Jales; com os assessores técnicos do Centro Rosa Fortini, Carola Lopes, Klenio Veiga da Costa e Aurea Oliveira do Carmo Bicalho; e com a coordenadora social do Centro Rosa Fortini, Grasiele Costa Santos Fortini.
 
Em Rio Doce, os membros da CT ECLET foram recebidos por Airton Mol, membro da Comissão de Atingidos de Rio Doce; Bruno Vasconcelos, engenheiro civil da Prefeitura Municipal de Rio Doce; Adair Liberato, secretária municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo; Mateus Lopes, profissional responsável pela criação do projeto de animação em 3D do Parque Urbano; Carola Lopes e Klenio Veiga da Costa, assessores técnicos do Centro Rosa Fortini.
 
Estiveram no Território, o suplente de coordenador da CT ECLET, Felipe Michael Braga; Renato Rezende, Lina Vitarelli e Dayse Vilas Boas, também membros da CT ECLET.
 
 
 
 
 
Membros da CT ECLET passam pelo Complexo Exportivo de Rio Doce
 
 
Comissão de Atingidos de Santa Cruz do Escalvado e Assessoria Técnica expuseram a realidade do Município para os membros da CT ECLET
 
 
 



Compartilhe: