Pagamentos por uso de terrenos estão em atraso há mais de um ano

Publicado em: 27/09/2019

Proprietário fecha acesso ao seu terreno por falta de pagamento da Renova

Pelo menos 10 proprietários rurais dos municípios de Rio Doce e de Santa Cruz do Escalvado estão sem receber da Fundação Renova pagamentos referentes aos acordos de utilização de seus terrenos. Alguns receberam apenas pelos contratos dos dois primeiros anos e hoje passam por situações cada vez mais complicadas. Existem proprietários que não recebem há mais de 16 meses. 
 
Além das dificuldades enfrentadas nos setores de agricultura e pecuária, sem água e sem alimento para os animais, os proprietários rurais ainda tem que enfrentar tais desgastes pela falta de compromisso da Fundação Renova. Também existem situações em que a Fundação Renova realizou intervenções e deposição de rejeito, sem autorização do proprietário.
 
Mediante o descumprimento de acordo por parte da Fundação Renova, recentemente, um dos proprietários fechou entrada de seu terreno que dá acesso ao barramento C, em Santa Cruz do Escalvado.
 
Ainda em 2016, a Samarco Mineração S.A. solicitou autorização deste proprietário rural para construir uma estrada onde passariam caminhões e tubos para construção do barramento C. Em 2017, a Renova formalizou novo contrato. Estes dois primeiros acordos foram cumpridos, todavia, após abril de 2018, a Renova continuou a utilizar o terreno e não formalizou novos contratos com o proprietário. A partir desta data, foram registradas reuniões de acordos entre as partes, mas nenhuma quantia foi paga ao produtor. A Renova também não executou as obras, como formalizadas em contrato, para devolver a área nas mesmas condições que recebeu.



Compartilhe: