Comissões querem incluir tributários do Território em Programa de Monitoramento

Publicado em: 02/08/2019

Cachoeira Alta - Santa Cruz do Escalvado-MG

Nos dias 14, 15 e 16 de agosto ocorrerá o Seminário Bianual para discussão da revisão do Programa de Monitoramento Quali-Quantitativo Sistemático (PMQQS) dos tributários (afluentes do rio Doce). O PMQQS tem o objetivo de garantir o acompanhamento das intervenções (como recuperação de nascentes e reflorestamento) e suas consequências na qualidade da água, bem como as alterações na Bacia. Esta informação foi transmitida durante a reunião da Câmara Técnica de Gestão de Rejeitos e Segurança Ambiental (CT Rejeito) que ocorreu em Belo Horizonte, no dia 22 de julho.
 
As Comissões de Atingidos de Rio Doce e de Santa Cruz do Escalvado/Chopotó, com apoio do Centro Alternativo de Formação Popular Rosa Fortini, irão encaminhar ofício à Secretaria Estadual de Meio Ambiental e Desenvolvimento Sustentável (Semad) com a descrição dos tributários dos dois municípios para análise e posterior aprovação da inclusão dos mesmos no PMQQS.
 
Durante a reunião do dia 22, a Fundação Renova expos sua proposta de obras dentro do programa Recuperação da UHE Risoleta Neves (PG 9), a mesma apresentada em reuniões no Território e no Comitê Interfederativo (CIF). No entanto, a Instituição não apresentou o cronograma das obras e documentos exigidos pela legislação ambiental.
 
A Comissão de Atingidos de Santa Cruz do Escalvado discute novas alternativas para retirada do rejeito acumulado no lago da UHE Risoleta Neves (Candonga). Uma reunião da CT Rejeitos será agendada no território para que estas propostas sejam apresentadas. A Comissão também pretende discutir alternativas para reutilização do rejeito em pavimentação de estradas. 
 
Participaram desta reunião, Marina Lima (engenheira ambiental) e o Professor Luiz Fontes (consultor técnico) do Centro Alternativo de Formação Popular Rosa Fortini; e Manuela Isadora de Aguilar Mello, engenheira florestal da Fontes Meio Ambiente (Consultora do Centro Rosa Fortini).
 
 
Córrego das lages, um dos tributários do rio Doce (Rio Doce)

 



Compartilhe: